QUEM SOMOS

A Associação de Piscicultores em Águas Paulistas e da União – Peixe SP, surgiu da necessidade de representação e organização dos produtores em águas do estado e em águas da união divisoras de São Paulo com Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Paraná. Todavia, sua origem teve início com a APROPESC – Associação de Piscicultores de Três Fronteiras e Região, no noroeste paulista.

Nos idos anos da década de 90, no Reservatório Hidrelétrico de Ilha Solteira, com iniciativa do Sindicato Rural de Santa Fé do Sul e de alguns produtores rurais da região, compraram da Casa da Moeda folhas de níquel, nas quais eram cunhadas moedas, para a montagem de gaiolas na primeira tentativa de criação de peixes na região. Adquiridos os juvenis de pintado, quando colocados nas gaiolas, punham as cabeças para fora nos buracos de onde haviam sido retiradas as moedas e as piranhas comiam-lhes as cabeças, por isso fracassou a tentativa. Na mesma época muitos produtores rurais escavaram tanques em suas propriedades, mas, a criação de peixes em viveiros escavados também não prosperou na região.

Com a criação da SEAP em 2003, posteriormente MPA, nas águas do Reservatório Hidrelétrico de Ilha Solteira aconteceu a primeira unidade demonstrativa para a criação de peixes em tanques rede do Brasil. Os municípios da região igualmente identificaram oportunidades de geração de empregos e rendas e então surgiu o CIMDESPI – Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Piscicultura da Região de Santa Fé do Sul, que é formado pelos municípios de Nova Canaã Paulista, Três Fronteiras, Santa Fé do Sul, Santa Clara d’Oeste, Santa Rita d’Oeste e Rubinéia. Os participantes do projeto de capacitação com a unidade demonstrativa fundaram a Cooperativa de Piscicultores de Santa Fé do Sul e Região.

A APROPESC Associação dos Piscicultores de Três Fronteiras e Região era remanescente da Unidade Demonstrativa, quando cerca de 300 pessoas entre produtores rurais, pescadores, diaristas e técnicos passaram pelas atividades do Programa de Capacitação que necessariamente precisavam estar organizados em Associação.

No ano de 2013, a entidade foi reestruturada e passou a ser o órgão de representação da atividade e dos piscicultores do reservatório hidrelétrico de Ilha solteira. Com atuação destacada na defesa dos interesses do setor, em setembro de 2015, percebendo a necessidade de ampliação da representação e participação de piscicultores de todo o estado e dos piscicultores em águas da união, os associados da APROPESC decidiram criar a Peixe SP.

Com 5 (cinco) regionais: Noroeste - Centro Norte - Centro Sul - Sudoeste e Sudeste, a atividade tem hoje representação significativa em todo o estado de São Paulo e tem como objetivo aumentar seu quadro de associados para produtores que exerçam suas atividades em águas da união em reservatórios e rios como Paranapanema, Paraná e Grande. Objetivamos organizar a atividade produtiva com maior potencial de crescimento, no estado e no país. Queremos crescer de maneira responsável, com ordenamento e regularização do setor, com segurança jurídica, maior tecnificação, biossegurança e respeito aos múltiplos usos dos recursos hídricos e aos limites naturais de sustentabilidade, com produção de peixes com qualidade e preços populares.

MISSÃO

Representar e articular os piscicultores com os demais segmentos da sociedade, em especial com a cadeia produtiva do pescado;
Participar ativamente das instâncias decisórias no estado e no país, visando assegurar políticas e ações que valorizem o setor;

VISÃO

Ser reconhecida na sua área de atuação como legítima representante dos produtores associados e na defesa da piscicultura.

VALORES

É sua responsabilidade a defesa dos legítimos interesses dos piscicultores e a valorização do setor;
A ética é o seu valor basilar que norteia todas as suas ações;
Produção de pescado como fator de geração de emprego e renda com tecnicação associada a preservação ambiental e sustentabilidade;
O relacionamento com a sociedade e os Poderes Públicos deve ser construído com independência, respeito e colaboração;
Regularização do setor, competitividade e aprimoramento da produção são objetivos permanentes da Associação de Piscicultores em Águas Paulistas e da União – PeixeSP.