QUEM SOMOS

A Associação de Piscicultores em Águas Paulistas e da União – Peixe SP, surgiu da necessidade de representação e organização dos produtores em águas do estado e em águas da união divisoras de São Paulo com Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Paraná. Todavia, sua origem teve início com a APROPESC – Associação de Piscicultores de Três Fronteiras e Região, no noroeste paulista.

Nos idos anos da década de 90, no Reservatório Hidrelétrico de Ilha Solteira, com iniciativa do Sindicato Rural de Santa Fé do Sul e de alguns produtores rurais da região, compraram da Casa da Moeda folhas de níquel, nas quais eram cunhadas moedas, para a montagem de gaiolas na primeira tentativa de criação de peixes na região. Adquiridos os juvenis de pintado, quando colocados nas gaiolas, punham as cabeças para fora nos buracos de onde haviam sido retiradas as moedas e as piranhas comiam-lhes as cabeças, por isso fracassou a tentativa. Na mesma época muitos produtores rurais escavaram tanques em suas propriedades, mas, a criação de peixes em viveiros escavados também não prosperou na região.

Com a criação da SEAP em 2003, posteriormente MPA, nas águas do Reservatório Hidrelétrico de Ilha Solteira aconteceu a primeira unidade demonstrativa para a criação de peixes em tanques rede do Brasil. Os municípios da região igualmente identificaram oportunidades de geração de empregos e rendas e então surgiu o CIMDESPI – Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Piscicultura da Região de Santa Fé do Sul, que é formado pelos municípios de Nova Canaã Paulista, Três Fronteiras, Santa Fé do Sul, Santa Clara d’Oeste, Santa Rita d’Oeste e Rubinéia. Os participantes do projeto de capacitação com a unidade demonstrativa fundaram a Cooperativa de Piscicultores de Santa Fé do Sul e Região.

A APROPESC Associação dos Piscicultores de Três Fronteiras e Região era remanescente da Unidade Demonstrativa, quando cerca de 300 pessoas entre produtores rurais, pescadores, diaristas e técnicos passaram pelas atividades do Programa de Capacitação que necessariamente precisavam estar organizados em Associação.

No ano de 2013, a entidade foi reestruturada e passou a ser o órgão de representação da atividade e dos piscicultores do reservatório hidrelétrico de Ilha solteira. Com atuação destacada na defesa dos interesses do setor, em setembro de 2015, percebendo a necessidade de ampliação da representação e participação de piscicultores de todo o estado e dos piscicultores em águas da união, os associados da APROPESC decidiram criar a Peixe SP.

Leia mais...

ORIENTAÇÕES E ESTUDOS

Embrapa

Gerenciamento genético da tilápia nos cultivos comerciais

Visualizar

Programa de Pós-Graduação

Análise de Redes Sociais e Aspectos Financeiros da Produção de Tilápias em Tanques-Rede no Reservatório de UHE de Ilha Solteira

Visualizar

Sebrae

Orientação para a regularização da Aquicultura em águas da união

Visualizar

Embrapa

Manual Técnico para Seleção de Áreas Aquícolas em Águas da União

Visualizar

Embrapa: Seleção de áreas para instalação de tanques-rede - Subsídios para uma aquicultura sustentável

Ministério da Agricultura

Manual identifica espécies de peixes para ajudar no combate à fraude

Visualizar